II CONGRESSO INTERNACIONAL SPTF
COMISSÕES
PROGRAMA CONGRESSO
SUBMISSÃO DE RESUMOS
INSCRIÇÃO
PATROCÍNIOS

Este ano temos 7 workshops pré-congresso, a decorrer online no dia 22 de setembro de 2021, aos quais poderá assistir de forma síncrona ou assíncrona.
Para se poder inscrever nos workshops tem, obrigatoriamente, que estar inscrito no Congresso.

Apresentamos-lhe as opções, solicitando que verifique sempre o horário do mesmo.

Se assistir de forma síncrona, poderá ao longo dos workshops, inquirir o(s) formador(es), escrevendo as suas questões no chat que serão posteriormente colocadas pelo(s) moderador(es) ao(s) formador(es). A sua participação é um importante contributo para o enriquecimento de todos.

WORKSHOP 1

ANÁLISE ACÚSTICA DA VOZ: ATUALIZAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA A PRÁTICA CLÍNICA

Horário: 09H00-12H00
Organizadores: Departamentos de Voz 
Formadores: André Araújo, Joana Frutuoso e Pedro Pestana

Moderadores: Gabriela Torrejano e Sónia Lima

O terapeuta da fala com atuação na área da voz depara-se com desafios para integrar na sua avaliação clínica uma análise acústica de qualidade. A evolução de tecnologias e parâmetros de avaliação exigem uma atualização contínua para integração de práticas otimizadas no contexto profissional. Estas permitem rentabilizar tempo e recursos, bem como melhorar as formas de registo e relato clínico.

Neste workshop serão partilhadas atualizações sobre a seleção de equipamento e software, bem como procedimentos de gravação de sinal e estratégias para obtenção de corpora de voz adequados. Dar-se-á ênfase ao uso de software gratuito (PRAAT), com demonstração e supervisão prática da análise de medidas acústicas simples e combinadas de curto e longo termo, bem como a orientações para o relato das mesmas.

Programa

  • Seleção de equipamento (p.e. microfones e interfaces) para avaliação da voz;

  • Referenciais para procedimentos de recolha e calibração do sinal acústico;

  • Exploração de parâmetros acústicos de curto termo (p.e. medidas de perturbação) e longo termo (p.e. LTAS, CPP, CPPS) em diferentes corpora representativos do comportamento vocal;

  • Demonstração dos procedimentos de instalação e utilização de scripts do PRAAT para obtenção automática de índices de disfonia (p.e. DSI e AVQI);

  • Demonstração da análise de vozes de casos clínicos representativos de diferentes graus de perturbação vocal e formas de relato clínico.

WORKSHOP 2

RESPIRAR DÁ QUE FALAR: INTERFACE FALA E RESPIRAÇÃO

Horário: 09H00-12H00
Organizadores: Departamentos de Fala e Motricidade Orofacial
Formadores: Débora Franco, Margarida Ramalho e Tânia Reis

Moderadores: Ana Catarina Batista e Mariana Carvalho

Sabe-se que um padrão respiratório maioritariamente oral pode levar a alterações estruturais, posturais, musculares e funcionais, nomeadamente ao nível da produção de fala, podendo comprometer a comunicação oral. Mas que relação existe entre fala e respiração?

Este workshop tem como objetivo principal promover a reflexão sobre a relação de autonomia e/ou de interdependência entre respiração e produção de fala. Serão exploradas linhas de intervenção com sugestões de estratégias e atividades para a prática clínica.

Programa

  • Relação entre um padrão respiratório maioritariamente oral e suas possíveis implicações na produção de fala;

  • Identificação dos padrões de erro na fala mais comuns no contexto deste padrão respiratório;

  • Exploração de formas de intervenção em função das linhas de relação encontradas entre a respiração e a fala.

WORKSHOP 3

THE (HIDDEN) POTENTIAL OF THE USE OF VIDEO ANALYSIS WITHIN THE SPEECH AND LANGUAGE THERAPIST’S INTERVENTION

Horário: 09H00-12H00
Organizadores: Departamento de Comunicação Aumentativa
Formadora: Sheridan Forster               

Moderadores: Ana Catarina Gaspar, Joana Mendes e João Canossa Dias

Workshop ministrado em Inglês                                        

It is commonly said that “a picture is worth a thousand words”. With pictures, one can illustrate complex ideas, convey difficult messages, engage the communication partner in an open dialogue … What about videos? Can and should we use them in our intervention as speech and language therapists’? Are we prepared to do so? In this workshop, the participants will be given an overview of the video analysis process at the service of the intervention in complex communication and language disorders and challenged to reflect about own practices in this field.

Programa

  • What is the video analysis process: goals, components, strategies and applications?

  • What is the role of the Speech and Language Therapist (SLT) in the process of video analysis with caregivers?

  • How to apply video analysis in the intervention of the SLT in the fields of Social Engagement, Communication and Language?

  • Practical implementation of video analysis with case studies.

WORKSHOP 4

OUVIR E PROCESSAR PARA MELHOR COMUNICAR: CASOS CLÍNICOS

Horário: 13H00-16H00
Organizadores: Departamentos de Audição e Linguagem na criança
Formadora: Leonor Fontes          

Moderadores: Marisa Alves e Telma Pereira

O processamento da informação auditiva no sistema nervoso central é bastante complexo e relaciona-se intimamente com o desenvolvimento da comunicação e da linguagem. Existem situações em que, embora haja uma audição periférica normal, se verificam dificuldades a nível da discriminação, análise e processamento da informação sonora que podem comprometer as áreas da linguagem.

Neste workshop serão analisados casos clínicos em que a relação entre perturbação do processamento auditivo e alterações da linguagem se revestem de grande importância.

Programa

  • Promover o raciocínio clínico, tendo por base a análise de casos práticos;

  • Promover a compreensão das possíveis relações entre a perturbação do processamento auditivo e as perturbações da linguagem;

  • Capacitar para a identificação de sinais de alerta que suportem a relevância de complementar a avaliação do terapeuta da fala com uma avaliação a nível do processamento auditivo;

  • Capacitar para a atuação em equipa no âmbito do processamento auditivo.

WORKSHOP 5

DIAGNÓSTICO PRECOCE DA GAGUEZ

Horário: 13H00-16H00
Organizadores: Departamento de Fluência
Formadores: Ana Andrade e Rita Valente

Moderadores: Cátia Catita e Helena Germano

Análise de vídeos de crianças com e sem gaguez de forma a explorar as características específicas da manifestação da perturbação e contribuir para o aprofundamento do raciocínio clínico inerente à avaliação e ao diagnóstico precoce.

Ao longo do workshop serão desenvolvidas dinâmicas participativas que permitirão a atualização científica e terminológica no âmbito da gaguez. Os participantes são desafiados a contribuir para esta discussão, trazendo casos clínicos que acompanhem, preferencialmente em vídeo.

Programa

  • Promover a atualização científica e terminológica no âmbito da gaguez;

  • Promover o desenvolvimento de uma abordagem sistémica na avaliação, diagnóstico e tomada de decisão subsequente;

  • Capacitar para a identificação e análise de manifestações da gaguez e sua interpretação clínica;

  • Capacitar para a identificação, em idade pré-escolar, de fatores de risco para a persistência da gaguez;

  • Capacitar para uma atuação terapêutica que identifique e integre aspetos relacionais, cognitivos e emocionais bem como o impacto na participação e funcionalidade.

WORKSHOP 6

O PAPEL DO TERAPEUTA DA FALA NO INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO

Horário: 16H30-19H30
Organizadores: Departamento de Deglutição
Formadora: Sheila Tamanini de Almeida                              

Moderadores: Ana Marques e Ana Paris Leal

O workshop será baseado numa apresentação expositiva dialogada, com inserção de práticas possíveis pela modalidade online, favorecendo o conhecimento da população sobre a atuação do Terapeuta da Fala no aleitamento materno.

Serão abordados aspetos relacionados com a atuação em bebés de termo, prematuros e em casos especiais.

Programa

  • Discutir o papel do terapeuta da fala como incentivador do aleitamento materno; abordar o diferencial da especialidade para o suporte da prática do aleitamento materno.

WORKSHOP 7

ANÁLISE MICRO E MACROLINGUÍSTICA DO DISCURSO

Horário: 16H30-19H30
Organizadores: Departamento de Linguagem no Adulto
Formadora: Filipa Miranda                               

Moderadores: Ana Murteira e José Fonseca

A análise do discurso é crucial para a avaliação de linguagem, podendo ser analisada através de duas dimensões: microlinguística e macrolinguística. A microlinguística do discurso está relacionada com a organização dos padrões fonológicos em sequências morfológicas e palavras (processamento lexical) e também determina o contexto sintático que cada palavra requer para a formação correta das frases (processamento sintático). Neste tipo de dimensão pode ser medida a extensão média do enunciado, o débito, o Type Token Ratio, o número total de palavras e de frases.

A macrolinguística refere-se à análise inter-frase, determinando o significado contextualmente apropriado de uma palavra ou frase, assim como os mecanismos coesivos e coerentes que são responsáveis pela formação dos tópicos. Podendo ser analisada através dos conceitos principais, da coerência do tópico, da coerência global, da coerência local e da coesão do discurso.

Através destes dois tipos de análise é possível detetar alterações de linguagem que não são encontradas através dos métodos tradicionais de avaliação de linguagem.

 

Programa

  • Tipos de elicitação de discurso;

  • Ferramenta para a transcrição do discurso;

  • Critérios de segmentação do discurso;

  • Critérios e regras de aplicação de medidas de análise de discurso (micro e macrolinguísticas);

  • Análise microlinguística e macrolinguística do discurso sem patologia;

  • Aplicação da análise de discurso microlinguística e macrolinguística na avaliação de adultos com alterações de linguagem e comunicação após lesão cerebral.

FAÇA A SUA INSCRIÇÃO AQUI